Archive for the ‘de-lirios’ Category

a.n.j.a.

23 agosto, 2010

Gostei do seu beijo calmo.

Na verdade pensei que você fosse me pegar de jeito, empurrar, me jogar na parede sem hesitar.

Que fosse abrir a boca um tanto quanto muito querendo engolir a minha, enquanto tua mão seguisse sem parada pelo meu corpo.

Porque é assim que mostram pra gente na TV, no cinema, na janela indiscreta do vizinho, que é bom.

Mas bom mesmo foi o teu beijo calmo.

sapacity eurotour!

30 junho, 2010

As férias de Julho estão chegando, e nada melhor do que sair, dar uma arejada, ver paisagens loiras, morenas, altas, baixas, sorridentes, blasées.
Portanto, a Sapacity Tours preparou vários pacotes pra vc, com foco no velho continente.
São locais ainda pouco explorados pela grande midia, mas que vale a pena visitar ou para quem já é familiar, reconhecer o terreno.
Escolha um e se jogue! Porque quem tem boca… (abaixo das fotos uma sugestão de abordagem, pra vc não fazer feio!)

TOPLESS EM BIARRITZ

Biarritz é chique, é glamour, é brioche com champagne, é França, tá meu bem?
Que tal fazer um topless na praia mais badalada do verão francês com Emmanuelle Béart?


“Não precisa tirar tudo não, ma cherie, só a parte de cimaaaa!”

 

CHÁ DA TARDE NO INTERIOR DA INGLATERRA

Não importa se você prefere café. Na ilha da rainha Elizabeth eles tomam chá.
Sua convidada, uma elegante senhoura – que ainda dá um bom caldo e que eu particularmente adoro com todo fish & ships do meu âmago: Krintin Scott Tomas.
Só pelo nome da lady, não me vai fazer feio e levantar o dedo mindinho ao pegar a xícara, tá?

‘Hi. Aceita uma bolacha para acompanhar o chá?’

 

PETISCAR EM TOSCANA

Nada melhor que tomar vinhos e vinhos e vinhos e vinhos na companhia de pessoas saudáveis pra te levar pra casa depois. No colo, de preferência.
O pacote inclui passeios nas colinas com Monica Bellucci.

‘Ciao bela, vai uma bruschetta aí?’

 

CONCERTO DE MUSICA CLÁSSICA EM BERLIN

Não há nada mais moderno que Berlin. Cidadezinha antenada essa. No entanto, se você quiser impressionar uma jovem formosa atriz alemã, leve-a a um concerto de musica clássica. A moça, Diane Kruger, até já tem o modelito para a ocasião.

‘Fraun, que tal um Chopin no seu pescoço?’

 

PASSEAR PELOS BECOS DE SEVILLA

Sevilla é uma cidade cheia de becos. E vc nunca sabe o que vai encontrar. Ou quem vai encontrar. Mas a Sapacity Tours vai preparar um encontro ocasional proposital com uma nativa. Que é pra você não se perder, e nem pagar o mico de pedir ajuda em portunhol. Deixe com a espanholita gostosita Paz Vega que ela te ensina o caminho, vale?

‘Ei guapa, toca uma castanhola pra mim, toca?’

 

GUIADA NO LESTE EUROPEU

Leste europeu é o que há nos dias de hoje. Todo mundo quer conhecer e explorar os mistérios daquele pedaço um tanto esquecido, mas não menos interessante da europa. Colocamos uma guia à altura, literalmente, que vai te levar a lugares inimagináveis da ucrania, tcheca-tcheca e outras regiões impronunciáveis, que só uma língua afiada e esperta poderia proporcionar tamanha experiência.

‘Mila, você pode me mostrar onde fica seu 5º elemento? Não tô achando no mapa.’

 

 UMA CHEGADA NO PORTO

 Imagine você sentada no porto da cidade do Porto tomando um vinho do Porto, selecionado e servido por uma portuguesa, com certeza? Maria João que é praticamente brasileira, mas legítima portuguesa. Ela te contará toda a história de como Portugal colonizou o Brasil e te encantar com aquele sotaquezinho em que as consoantes adoram comer as vogais. Cuidado com tanto charme – você corre o risco de ser colonizada também.

‘Me diga uma coisa: de dia é Maria e de noite é João?’

 

ESCOLHA O SEU PACOTE E BOA VIAGEM!

ocorrência

4 junho, 2010

– Alô? É da policia?
– Pois não, senhora.
– Queria registrar uma queixa.
– Pode prosseguir.
– Roubaram meu coração.
– Como? A senhora pode repetir?
– Meu coração foi roubado há pouco mais de um mês, mas só agora me dei conta.
– Isso é uma piada?
– Não, é a coisa mais séria que já aconteceu comigo.
– Desculpe senhora, eu tenho mais o que fazer.
– Não, por favor. Registre a queixa.
– Isso é um absurdo, eu não…
– Por favor. É grave. O nome dela é Juli.
– Nome dela?
– Sim. Ela. Foi uma mulher quem roubou. E não quer devolver. Agora ela fugiu, tem que mandar prender.
– Eu sinto muito, mas não posso te atender.
– Eu imploro. Faça a busca. Juli de Souza Castelo. Se você a encontrar, pode prender, mas sem machucar. Peça pra ela devolver meu coração. Que sem ele, não to vivendo não.

chris

18 maio, 2010

Sentaram na cara da Torloni.

Ela estava no banco de trás do carro e algum folgado fingiu que não viu e pumba!
Foi logo sentando.
Eu na hora não percebi. Não tenho nem a quem maldizer.
Sentar na cara da Torloni, cara?
Quanta sacanagem!
E agora?
Como vou olhar pra ela assim, toda desconfigurada? Coitada.
Minha musa, minha nossa!
Nossa não. Nem minha.
Imagina.

Mas se ela me pedisse eu sentaria.
Na cara, no colo, na mão.

O sinal abre.
Paro com a ficção.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Uma viagem lésbica passada em algum canto da bucólica Sapacity

27 agosto, 2009

Dora era colecionadora de beijos.
Gostava de experimentar gostos e texturas variadas.
Tinha uma memória labial incrível –
era capaz de lembrar de cada boca beijada.

Assim vivia a vida de seus 20 e poucos com alegria.
Nunca tinha se apaixonado, e nem queria.
O negócio era sair beijando
e andando.

Até que um dia Dora conheceu Nina,
uma menina das redondezas.
Beijou.
Gostou.
Mas no dia seguinte descobriu que a beijada tinha sapinho na boca
e brigou.
Foi com a menina tirar satisfação,
e aprontou confusão.
Como poderia sustentar a fama de beijoqueira com a boca de sapinho?
Teria que ficar em reclusão.

De tanta raiva, ia todo dia
discutir com Nina, tadinha.
Até que foi conhecendo, se aproximando,
e pimba! Se apaixonando.
Mas daí a menina já tinha se curado e conseguido uma namorada, a Ada.
Danada.
Que não deixou por menos e foi dando paulada.
em Dora
que todo mundo adora,
e cujo coração
não aprendeu lição.
Todo dia ela ia
ter com Nina
uma conversinha.
Boba.
Que virou flerte.
Que virou trio.
Triângulo amoroso.
Não muito gostoso
quando Ada descobriu.
‘- Sai daqui, beijoqueira safada,
a Nina não quer mais nada.
Fique afastada, senão vou te dar porrada!’
Dora saiu de mansinho.
Boca apertada, engolindo a seco
Palavras tão duras, repetidas baixinho.

Mas Dora tinha o poder do beijo,
uma ponte para o perdão.
E lá foi ela então.

Ada não queria saber de palavra,
iria perdoar sim.
Só se Dora lhe beijasse.
A boca
e não a face.
Dora recusou.
Ada surtou.
Nina escondida,
se revelou.
E seu namoro com Ada
ali acabou.
 
Nina saiu feliz batendo sola
enlaçou seu braço em Dora
e aqui termina a história.

rapidinhas

19 agosto, 2009

to meio sem tempo – há um tempo – de escrever textos maiores.
então seguem uns minicontos temáticos:

BODAS DE PRATA
uma fumou um maço de skank.
a outra bebeu a adega da casa.
Foi uma uivante noite de sexo, depois de quase 1 ano.

Pena que elas não se lembram.

 

CIÚMES
– Hoje o Bob não vai participar.
– Por que, amor?
– Sinto que ele está penetrando mais em nossas vidas do que deveria.

 

FORMADORA DE OPINIÃO
Não tenho o menor interesse em saber o que dizem as más línguas.
Tenho vontade de sugá-las.
Até que digam o contrário.

homenagem do mês

16 julho, 2009

e a homenagem do mês vai pra essa loira que muitas podem achar sem graça, mas que eu adoooooro! pq ela é foda (como atriz, eu digo).

NAOMI WATTS

naomi1

naomi3

naomi2

 

daí como as homenagens não podem passar em branco, fiz abaixo uma música em tom de axé pra Naomi, que é pra ela entrar no clima tropical brasileiro e se soltar mais quando vier à Sapacity.

NAOMI ABANDONA

Tira os pés do chão
E põe na minha cama eô
Pula em cima de mim
E diz que
é minha mucama êo êo

Levanta as mãos pra cima
Braço esquerdo e o direito
Que eu vou cair de boca
No sabor do seu
quei-xo!

Refrão:
Agita mulher que maravilha
Se enrosca Naomi na minha virilha
Agita coisa linda do meu bem viver
Que meu estômago quer digerir voooooocê!

Êo iaiá Naomi abandona! (2x)

Se você bater palminha
Eu bato bem na tua cara
Gringa, fica quieta,
mas sorria e não pára.

Ô princesa senta aqui
Como seu fosse sua lambreta
Que eu vou afundar meus beijos
na sua bo-
checha!

Refrão

homenagem do mês

8 abril, 2009

A MULHER DO PAPA

Vou ter que começar esse texto me desculpando pela sinceridade que será exposta nas próximas linhas.

Toda vez acontece alguma tragédia na Itália eu pulo em frente à TV numa animação de total descontrole.
Interessada na notícia, claro (mas eu poderia me informar pelos jornais/internet, que prefiro). porém, ainda mais interessada na cobertura da globo. Ok, realmente interessada na repórter que faz a cobertura para a globo: Ilze Scamparini.

 

Confesso que acompanhei a morte do papa por alguns dias.

 

Confesso que acompanhei outras notícias importantes, mas que não consigo me recordar, porque no fim das contas eu não prestei muita atenção no sentido das palavras e sim de onde elas saíam.

 

Confesso que estava com saudade da Ilze até acontecer este fatídico terremoto.

 

Mas daí descobri que há formas menos dolorosas de me encontrar com a Ilze, em arquivos do Globo Repórter espalhados pelo youtube. Deixo um aqui para vocês se deliciarem: ou com a Ilze ou com o tema da reportagem. A mim, os dois apetecem. 

 

 

Ilze!!! vou plantar uma parreira na minha casa em Sapacity só pra você vir me entrevistar!
amassaremos as uvas com nossos pés de unhas cortadas e limpas e depois nos embriagaremos fermentadas por um inexplicável entusiasmo, que não envolverá rolhas de qualquer espécie.

hahaha!

 

ok, passou o surto. 

 

mas fica a homenagem.

 

de-lírios

24 junho, 2008

no PROCOM de Sapacity, uma reclamação inusitada:

“COMPREI UMA MULHER QUE NÃO GEME MUITO BEM”

*********************

(afe. lucidez, voltaê!)